3/23/10

Camões Série 9

Mais um dos meus trabalhos centrado na figura de Camões, o grande poeta português.
Cores diferentes influenciam as emoções e sentimentos,
o rosto do poeta Luis Vaz de Camões assume várias interpretações.
Seguindo um dos principios de Andy Warhol, a repetição, em imagens iguais vimos sempre algo diferente em cada "Camões".

Another of my work centered on the figure of Camões, the great Portuguese poet.
Different colors affect emotions and feelings,
the face of the poet Luis Vaz de Camoes takes many interpretations.
Following one of the principles of Andy Warhol, repetition. In the same picture we see something different in each "Camões".

digital image 50x50cm - 100x100cm
Ribazz Pop Art Collection


Luís Vaz de Camões (c. 1524–June 10, 1580) is considered Portugal's and the Portuguese language's greatest poet. His mastery of verse has been compared to that of Shakespeare, Homer, Virgil, and Dante. He wrote a considerable amount of lyrical poetry (in Portuguese and in Spanish) and drama but is best remembered for his epic work Os Lusíadas.

Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer;
É um andar solitário entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É um cuidar que se ganha em se perder.

É querer estar preso por vontade
É servir a quem vence o vencedor,
É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade,
Se tão contrário a si é o mesmo amor?

(Luís de Camões, poeta portugues)


2 comments:

Crissant said...

Ribazz, ficou um perfeito quadro, só falta colocar na parede.
Um abraço!

Sofia said...

Obrigada pela visita à minha ilha. Vejo que partilhamos gostos artísticos.
Também passarei por aqui. Atenta.
^_^

More posts from Ribazz LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Translate